Vamos conversar sobre depressão?

Dra Patrícia Cirillo
Psiquiatria
07/04/2017

Hoje, dia 7 de abril é o Dia Mundial da Saúde e em 2017 o tema da campanha é a depressão, uma doença séria que atinge milhares de brasileiros.
No mundo, mais de 300 milhões de pessoas possuem depressão, representando 4,4% da população mundial.
Segundo os dados da OMS, no Brasil 5,8% da população sofre com esse problema, que afeta mais de 11 milhões de brasileiros. O país tem a maior prevalência de depressão na América Latina e o segundo nas Américas, ficando atrás somente dos EUA, onde a depressão representa 5,9% da população.

Mau humor,tristeza ou depressão?
Muitas vezes temos sentimentos que parecem fazer parte da vida e que acreditamos que serão passageiros. Mas isso pode se prolongar e trazer prejuízos em diversos setores da vida como nas relações com as outras pessoas e no trabalho ou estudo.
Dessa forma, é importante diferenciar o que é estar triste e o que é ter uma doença como a depressão.

Depressão é mais do que se sentir “pra baixo”. É uma doença causada por um desequilíbrio químico cerebral. Geralmente a combinação de diversos fatores contribui para a depressão. Estes fatores podem ser genéticos ou hormonais, assim como estresse e circunstâncias da vida. As mulheres possuem predisposição de 2 a 3 vezes maior de ter depressão em relação aos homens. Mas a depressão pode acometer qualquer pessoa e em qualquer idade.
Como saber se uma pessoa está com depressão? E como podemos identificar os sintomas?

Abaixo listamos alguns dos sintomas da depressão. Não é necessário ter todos, apenas uma parte:
– Sensação de tristeza falta de esperança
– Perda de interesse em amigos, família, atividades que gostava e/ou sexo
– Perda de prazer nas atividades do dia-a-dia
– Sensação de falta de esperança
– Irritabilidade
– Cansaço ou perda de energia
– Dificuldade de se concentrar ou tomar decisões
– Redução do tempo dedicado ao estudo, trabalho e/ou atividades sociais
– Distanciamento das pessoas
– Perda ou ganho de peso ou de apetite
– Alterações do sono
– Dores no corpo
– Sensação de solidão

A depressão é a maior causa de incapacidade no mundo, assim como também é a maior causa de suicídio. Nos adolescentes o índice de prevalência chega a 14% e nos idosos em quase 25%.
Quase a metade das pessoas que apresentam depressão não possuem tratamento adequado.
A chance de apresentar um novo quadro depressivo após o primeiro episódio é de 50%, após o segundo episódio de 80% e após o terceiro as chances aumentam para mais de 90%.

Depressão não é um sinal de fraqueza, é uma doença e requer tratamento médico.
Procure um psiquiatra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso endereço
Fórum de Ipanema
Rua Visconde de Pirajá 351, sala 614 . Ipanema - RJ
Telefones: (21) 2267-5384 e 99246 4696
Siga-nos!