Uma pausa para o café.

Na década de 90, diversos estudos associavam o consumo de café ao risco aumentado de câncer. Ocorre que muitos destes trabalhos foram contaminados por vieses como o tabagismo e consumo de álcool. Estes dois últimos hábitos são sabidamente carcinogênicos e muitas vezes caminham junto com o hábito de tomar café.

E como fica o consumo de café sem associação com fumo ou excesso de álcool?

Em maio de 2016, um grupo de trabalho da IARC (International Agency for Research on Cancer) composto por 23 cientistas de 10 países avaliaram os dados científicos publicados nas últimas décadas sobre os efeitos do consumo humano de café no que diz respeito ao desenvolvimento de câncer.

O resultado desta análise é tão positivo quanto o gosto de uma boa xícara de café. Não há evidências científicas que suportem a associação entre o consumo de café e os canceres de bexiga, próstata, mama e pâncreas. Quando o assunto são os tumores de fígado e endométrio, parece que o café tem uma associação inversa, isto é, pode ser um hábito protetor para estas neoplasias. Para outros tipos de câncer de pulmão, cólon, estômago, ovários e cérebro, o grupo julgou que as evidências científicas disponíveis até hoje são inadequadas para qualquer tipo de afirmação.

Todos estes dados levaram à conclusão de que não há evidências em humanos da associação entre o consumo de café e maior risco de câncer.

Tim tim!

Dr João Marcello

Clínica Médica e Hepatologia  18/10/2016

Referência:

http://www.iarc.fr

http://www.iarc.fr/en/media-centre/iarcnews/pdf/Monographs-Q&A_Vol116.pdf

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso endereço
Fórum de Ipanema
Rua Visconde de Pirajá 351, sala 614 . Ipanema - RJ
Telefones: (21) 2267-5384 e 99246 4696
Siga-nos!