Outubro rosa

Durante todo o  mês de outubro vamos falar sobre um assunto muito importante: o câncer de mama.

Afinal, todos nós estamos propensos a tê-lo!

Sim, Mulheres e homens! Porém, como as mulheres tem as glândulas mamárias mais desenvolvidas e estimuladas, é extremamente maior a incidência de câncer de mama na população feminina.

Vejam quais são as perguntas mais frequentes que recebo diariamente em meu consultório:

Quando devo me preocupar com o câncer de mama?

Sempre!

Pois se você já teve um estímulo de crescimento das mamas, isto é, já entrou na puberdade, deve fazer o autoexame mensalmente. Alerte também a sua mãe, irmãs, primas, tias e amigas!

Temos um fluxograma que deve ser seguido por todas as mulheres:

Antes dos 35 anos, fazer sempre o autoexame, que seria a palpação, em frente ao espelho, das mamas.  Deve se atentar sempre para eventuais nódulos e lugares dolorosos tanto nas mamas quanto nas axilas. A partir dos 35 anos já é importante um exame de imagem para investigar possíveis cistos ou nódulos.

Quero colocar silicone, isso afeta na minha investigação?

Não!

Costumo dizer sempre o contrário!

Pacientes que fazem uma intervenção cirúrgica na mama costumam fazer mais exames do que aquelas que não o fazem – mas isso não significa que deva fazer a cirurgia.

Já tive caso de uma paciente de 30 anos com implante mamário que descobriu um nódulo mamário precocemente por causa os exames de rotina de pós-operatório!

Tenho um nódulo na mama, o que devo fazer?

Primeiramente ver a classificação de BIRADS, que é uma padronização internacional de avaliação mamária, interpretação do exame e elaboração dos laudos de exames de imagem especificamente da mama.

A categorização é separada por notas, que vão de zero a seis.

Conheça abaixo o significado, risco e conduta de cada uma:

0 – Necessário outro exame

1 – Exame normal – nada foi encontrado

2 – Nódulo de aspecto benigno – nada foi encontrado – exames a cada 2 anos

3 – Nódulo que precisa ser acompanhado – avaliação semestral

4 – Nódulo que necessita da realização de biopsia – avaliação semestral

5 – Nódulo com suspeita de câncer – realização de biópsia – avaliação semestral

6 – Nódulo com diagnóstico de câncer – Tratamento imediato

 

Tenho um câncer de mama, e agora?

Acima de tudo, mantenha a calma e lembre-se que você nunca está sozinha (eu acredito nisso) Lembre-se da sua religião, naquilo que você acredita.

Confie no seu mastologista, ele é o especialista para acompanhar e conduzir doenças mamárias.

Dr Rafael Motta é Cirurgião especializado em Reconstrução de mamas do Instituto Clinics

01/10/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso endereço
Fórum de Ipanema
Rua Visconde de Pirajá 351, sala 614 . Ipanema - RJ
Telefones: (21) 2267-5384 e 99246 4696
Siga-nos!