O terror deste verão carioca se chama Chikungunya

Dr Fernando Majerowicz – Reumatologia

02/01/2017

A origem deste nome deriva de uma palavra em Makonde (língua falada por uma população do sudeste da Tanzânia onde o vírus foi descoberto) e significa “aqueles que se dobram”. Trata-se uma alusão a aparência encurvada das pessoas que sofrem com as dores articulares incapacitantes derivadas desta infecção.

A Chikungunya é causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV) e a sua transmissão se dá através da picada de fêmeas dos mosquitos Aedes Aegypti infectadas.

Estudos recentes comprovam que o Aedes Aegypti tem mais chance de transmitir Chikungunya do que a Zika e Dengue, consequentemente, com potencial para provocar uma epidemia maior e ainda mais grave do que todas anteriores no país!

Para dimensionar a gravidade potencial desta epidemia, estima-se que a cada 100 picadas do mosquito, a transmissão de Chikungunya ocorra em 70 pessoas, ou seja, uma eficácia impressionante quando comparada a Dengue (40 pessoas infectadas) ou mesmo a Zika (20 pessoas infectadas).

Após a picada do mosquito, o início dos sintomas pode surgir de dois a doze dias. Este é o chamado período de incubação.

Os sintomas são semelhantes àqueles já conhecidos da Dengue como febre alta, mal-estar, dores intensas pelo corpo (principalmente nas articulações dos pés e mãos, dedos, tornozelos e pulsos), dor de cabeça, dores musculares, manchas vermelhas na pele, apatia e cansaço. A confirmação da infecção só pode ser feita através de exames laboratoriais.

Em algumas pessoas, o acometimento articular na Chikungunya causa uma importante incapacidade física, impactando de forma significativa na qualidade de vida.

A incapacidade laboral causada pela doença em uma faixa etária economicamente ativa amplia ainda mais a magnitude do problema.

Na suspeita de infecção pelo vírus da Chikungunya, procure imediatamente seu médico para início precoce do tratamento e redução dos danos futuros.

O vírus da chikungunya infelizmente é uma realidade e o risco de nova epidemia é grande.

O verão está aí, não esqueça de acrescentar o repelente e também evite focos do mosquito em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso endereço
Fórum de Ipanema
Rua Visconde de Pirajá 351, sala 614 . Ipanema - RJ
Telefones: (21) 2267-5384 e 99246 4696
Siga-nos!