O seu problema se chama joanete?

Dr Leandro Miranda
Cirurgia de pé e tornozelo
25/11/2016

O ”Joanete”, tecnicamente conhecido como Hálux Valgo, acomete aproximadamente entre 2 a 4% da população. A herança genética está presente na maioria dos casos, principalmente quando oriunda do lado materno, e esta é uma deformidade que acomete os dois pés em 84% dos casos.

O número de mulheres que procura o ortopedista com essa queixa é 15 vezes maior do que o de homens, possivelmente por certas características presentes nos calçados femininos como salto alto e bico fino, por exemplo. A baixa incidência de “joanetes” na população indígena, fortalece ainda mais a hipótese de que o calçado é o grande vilão.

Normalmente, o paciente chega ao consultório queixando-se de uma proeminência dolorosa no lado interno do pé, próxima ao “dedão” (hálux), que dificulta o uso de calçados fechados. E nos casos mais graves, o desvio acentuado do “dedão” pode deformar também os dedos menores.

O tratamento não operatório do “Joanete” consiste, principalmente, em mudança nos tipos de calçados. Existem outras opções para controle da dor que são utilizadas com frequência, como medicamentos e fisioterapia. Nos casos em que a dor não melhora com as medidas conservadoras ou se a deformidade está progredindo, é indicado o tratamento cirúrgico. Hoje existem mais de 200 técnicas operatórias descritas, sendo selecionadas de acordo com cada caso e com a preferência do cirurgião.

Se você identificou com os sintomas, agende uma consulta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso endereço
Fórum de Ipanema
Rua Visconde de Pirajá 351, sala 614 . Ipanema - RJ
Telefones: (21) 2267-5384 e 99246 4696
Siga-nos!