Cirurgia Bariátrica

A cirurgia bariátrica é um procedimento cirúrgico que faz parte do tratamento da Obesidade.

Após alguns relatos prévios, e através da observação da importante perda de peso após gastrectomias, Payne foi um dos pioneiros da cirurgia visando redução da massa corporal iniciando seus procedimentos no final de década de 60, e desde então vinha sendo aprimorada (se destacando os Dr. Mason, Scorpinaro, Fobi e Capella) com menores complicações do ato operatório e grande disseminação pelas excelentes respostas apresentadas (comumente com respostas acima de 20 a 30% de perda ponderal).

Ela consiste basicamente em dois componentes, que podem ser feitos juntos ou separados: diminuição do estômago (o que provoca uma maior saciedade) e exclusão de parte do intestino do processo digestivo (que altera a absorção dos alimentos).

Mas será que todos os pacientes se beneficiam da cirurgia?

A resposta, infelizmente, é não. Devemos lembrar que a obesidade representa, na imensa maioria dos casos, um desbalanço energético (onde ocorre uma ingestão de alimentos acima do gasto calórico) que resulta num ganho ponderal progressivo e consequentemente com o excesso de peso. Logo, o tratamento deve envolver uma mudança do estilo de vida, que consistirá na redução da alimentação (a famosa dieta) associada ao aumento do gasto de energia (o que envolve, via de regra, em incremento da atividade física). Pelas dificuldades inerentes a esses dois itens fundamentais, muitos pacientes precisam fazer uso de medicamentos para ajudar na perda peso. Até o presente momento só temos disponíveis, remédios que atuam diminuindo a fome, o que melhora a adesão a dieta, porém muitos não apresentam boa resposta clínica ou passam pelo famoso efeito sanfona (com perdas e ganhos sucessivos).

A cirurgia acaba tendo um bom papel no tratamento por obrigar o indivíduo a aderir a essa redução da alimentação, o que explica os bons resultados apresentados, tanto no curto quanto no longo prazo. Mas a maior limitação na sua ampla indicação vem justamente dos efeitos colaterais que podem resultar deste procedimento. Muitos pacientes evoluem com déficits vitamínicos e de oligoelementos (tais como ferro, vitamina D, vitamina B12, zinco, vitamina A, dentre outros) tendo a necessidade de suplementação regular contínua.

Outras alterações que podem ocorrer são a síndrome de dumping (que pode gerar tanto mudanças gastrointestinais como enjoos, vômitos e diarreia, quanto hipoglicemias após as refeições) e até complicações mais graves, mais comuns nos casos nos casos de pacientes que se alimentam independente da fome e da saciedade, o que pode resultar em uma série de problemas após o procedimento cirúrgico, desde complicações gástricas pelo excesso de alimentos (mais comuns em doenças como o transtorno alimentar compulsivo periódico ou na Síndrome de Prader-Willi), até reganhos de peso após a cirurgia.

Por isso, devemos selecionar muito bem os pacientes que podem apresentar bons resultados com a bariátrica, onde o benefício supera os potenciais riscos já expostos. Por isso, salvo possíveis contraindicações, devemos selecionar os pacientes com graus de obesidade mais elevados (definidos pelo índice de massa corporal, calculadas pela seguinte fórmula http://www.calcule.net/imc.calculo.indice.de.massa.corporal.a.php) e que já tenham sido submetidos a terapia clínica com pouco ou nenhuma resposta na perda de peso. Segundo a Organização Mundial de Saúde, se beneficiam os pacientes com Obesidade grau 3 (IMC ≥40) e Obesidade grau 2 (IMC ≥35) com comorbidades associadas ao excesso de peso e de difícil controle (como hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus, dislipidemia, síndrome da apneia obstrutiva do sono, psoríase, asma brônquica e dores crônicas em coluna lombar e joelhos).

Alguma dúvida?

Gostaria de saber maiores informações?

Procure seu endocrinologista, ele com certeza saberá orienta-lo e conduzi-lo da melhor maneira possível frente ao seu caso.

Dr Adriano Lacerda – Endocrinologista

28/02/2018

3 Comentários em Cirurgia Bariátrica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso endereço
Fórum de Ipanema
Rua Visconde de Pirajá 351, sala 614 . Ipanema - RJ
Telefones: (21) 2267-5384 e 99246 4696
Siga-nos!