Alzheimer. Novos tratamentos em fases experimentais.

Hoje, dia 21 de setembro, a Organização Mundial da Saúde celebra o dia mundial da consciência da doença de Alzheimer. Apesar de descrita desde 1901, ainda hoje existem muitos mitos e dúvidas sobre esta condição, o que retarda seu diagnóstico e atrapalha o tratamento.

A doença afeta mais de 25 milhões de pessoas em todo mundo, com 5 milhões de novos casos diagnosticados a cada ano, sendo progressivamente mais frequente com o avançar da idade.

Embora diversos fatores estejam envolvidos, a deposição exagerada de uma proteína no cérebro (beta-amilóide) é crucial para o desenvolvimento da doença, o que começa a acontecer cerca de 15 a 20 anos antes dos primeiros sintomas. Estes tipicamente são: perda de memória recente, dificuldade em recordar senhas, nome de pessoas próximas e percursos conhecidos, mudanças de humor e personalidade (irritabilidade, agitação, apatia, depressão) e dificuldade com tarefas do dia a dia.

O diagnóstico é baseado na história clínica, aliada aos testes cognitivos e aos exames de sangue e de imagem (ex ressonância magnética), importantes também para detectar outras causas com tratamentos distintos, como transtorno psiquiátricos, deficiência de vitamina B12, hipotireoidismo, dentre muitos outros.

As medicações disponíveis hoje para o Alzheimer ajudam no controle dos sintomas e a manter a memória estável por mais tempo. Novos tratamentos já estão em fases experimentais, visando combater a proteína beta-amilóide antes mesmo do início dos sintomas e devem estar disponíveis nos próximos anos. Atualmente, a melhor prevenção ainda é cuidar da sua saúde, controlando a pressão, a glicose e o colesterol, evitando o sobrepeso, interrompendo o tabagismo e tendo um estilo de vida com menos estresse e com horas adequadas de sono, além de atividades mentais estimulantes e da prática de exercícios físicos aeróbicos, fundamentais para manter a saúde.

Dr Ivan Abdalla é Geriatra do Instituto Clinics

21/09/2017

10 Comentários em Alzheimer. Novos tratamentos em fases experimentais.

  • O instituto atende pela unimed delta 2?

    • Olá Luiz Fernando, Infelizmente o Dr Ivan Abdalla não aceita planos de saúde. Procure saber se o seu plano oferece reembolso.
      Obrigada pelo contato.

  • É verdade que carne vermelha contribui para se ter Alzheimer?

    • Olá Maria,
      Não há evidência específica de que a carne vermelha aumente o risco de Alzheimer.
      Obrigada pelo contato,
      Dr Ivan Abdalla.

  • Quais alimentos contribui para se ter alzheimer?

    • Maria,
      Via de regra, os fatores de risco para doença cardíaca, também aumentam o risco de demência.
      Isso valeria também para a alimentação, ou seja; evitar alimentos ricos em gordura trans, processados, excesso de carboidratos, etc.
      Dr Ivan Abdalla.

  • Gostaria de saber onde o doutor atende.Moro no Rio de Janeiro.

  • Quero o endereço onde o médico atende.Eu moro no Rio de Janeiro

    • Boa Noite Ivone,
      O Dr Ivan Abdalla atende no Instituto Clinics, em Ipanema. Você poderá agendar a sua consulta através dos telefones:(21) 2267-5384 ou 99246-4696.
      Obrigada pelo contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso endereço
Fórum de Ipanema
Rua Visconde de Pirajá 351, sala 614 . Ipanema - RJ
Telefones: (21) 2267-5384 e 99246 4696
Siga-nos!