A pílula anticoncepcional e os riscos da Trombose.

Muita polêmica foi gerada sobre o aumento do risco de trombose venosa profunda (TVP) em mulheres com o uso de anticoncepcionais orais (ACO), as pílulas.

O que é verdade?

Como equilibrar a balança de risco X benefício?

É fato que as pílulas aumentam o risco de trombose venosa, no entanto, essa elevação do risco relativo é muito baixa se não houver outros fatores de risco associado.

Vamos exemplificar: Uma mulher jovem, não tabagista, sem fatores de risco, possui um risco aumentado em 4 vezes para desenvolvimento de TVP se usar ACO. Parece muito, mas se avaliarmos o risco global, seria um aumento de 1/100.000 por ano para 4/100.000 por ano, o que não é significativo em termos globais.

Entretanto, se a mulher possuir outros fatores de risco como: tabagismo, idade maior que 35 anos, historia familiar de TVP, obesidade, varizes ou sedentarismo, o risco aumenta a níveis consideráveis.

Se ainda resta alguma dúvida, a gravidez é um importante fator de risco para TVP, aumenta em 10 vezes as chances de eventos trombóticos, sendo o puerpério (período pós parto) a época de maior risco.

Dessa forma, observamos que cada mulher precisa ser avaliada individualmente, levar em consideração todos os fatores de risco inerentes a cada uma e também o melhor método anticoncepcional para cada caso.

Por isso, antes de tomar qualquer medicação, consulte seu médico!
Ele saberá indicar qual o melhor método contraceptivo.

Dra Marina Lopes – Cirurgiã Vascular e Endovascular do Instituto Clinics
28/09/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nosso endereço
Fórum de Ipanema
Rua Visconde de Pirajá 351, sala 614 . Ipanema - RJ
Telefones: (21) 2267-5384 e 99246 4696
Siga-nos!